assine newsletter toccato

Fazer a escolha de uma solução de Business Intelligence adequada para o negócio é fundamental para gerar um diferencial competitivo em relação à concorrência, auxiliando gestores e empreendedores a tomar decisões mais estratégicas e certeiras, com o objetivo de tornar a empresa cada vez mais forte e sustentável no mercado.

No entanto, existem dezenas de ferramentas baseadas nessa inovação para ler dados em sistemas, compilar informações e gerar parâmetros altamente confiáveis. Para você que tem dúvidas na hora de avaliar qual a solução de BI mais adequada para a organização, listamos abaixo 20 critérios que devem ser considerados na escolha. Confira!

1. Adaptação às necessidades do negócio

Antes de pensar em selecionar uma solução de Business Intelligence, o executivo precisa fazer o seu dever de casa.

Para isso, é preciso conversar com os profissionais da empresa, principalmente os que mais precisam dessa ferramenta ou contam com a tecnologia para aperfeiçoar seu trabalho, como os setores de TI, vendas, finanças e marketing, por exemplo.

2. Praticidade na implementação e utilização

Uma boa solução de BI deve ser de fácil implantação e oferecer simplicidade para monitorar e trabalhar com dados. Tais características são imprescindíveis para uma rápida adaptação de sua equipe e a utilização com sucesso.

3. Acesso a equipes e diversos usuários

Para que funcione corretamente e forneça estatísticas e dados confiáveis, a solução escolhida deve ter acesso às informações das equipes de trabalho e usuários dos mais diversos níveis hierárquicos.

Esse conceito também é válido para o seu ramo de atuação, que deve ser constantemente avaliado pelo BI, com o objetivo de oferecer referências sobre seu público-alvo, para sempre inovar e atender às suas demandas.

4. Customização e Usabilidade

Durante a implementação da inteligência de negócios, é preciso personalizar determinadas funções, considerando as particularidades de cada companhia.

Isso permite uma usabilidade mais interativa da ferramenta. Entretanto, cada caso deve ser analisado individualmente, pois, funcionalidades que são essenciais para um segmento de mercado podem não ser tão importantes para outro ramo de atuação.

5. Disponibilidade dos dados em mobile

Atualmente, gerentes e empreendedores não têm tempo disponível para estarem fisicamente presentes na corporação, para monitorar os resultados fornecidos pelo Business Intelligence. É quando a mobilidade corporativa faz toda a diferença.

Portanto, é necessário investir em uma ferramenta que ofereça disponibilidade em dispositivos móveis, para que se possa ter acesso a gráficos e tendências a partir de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias da semana.

6. Cuidado na implantação e suporte da empresa

De nada adianta ter uma solução de BI fantástica se a fornecedora dos serviços não oferece a assistência devida para a empresa, que vai desde sua implementação e treinamento até a correção de possíveis bugs.

Por isso, é indicado buscar uma marca que seja referência no mercado e possa oferecer todas as funcionalidades que o empreendimento precisa para crescer e se destacar, além de prestar consultoria sempre que necessário.

7. Periodicidade e garantia da segurança de dados

A ferramenta adotada pela empresa deve ter garantia de disponibilidade por parte da fornecedora, pois a sua falta pode representar a perda de ativos importantes para a organização.

Outra grande preocupação é com a segurança das informações corporativas, que deve ser prevista em contrato, para que o negócio se proteja de ameaças virtuais e ataques externos, mantendo a confiabilidade do sistema.

8. Usabilidade de uma solução que garanta autonomia

Empresários e gestores de negócio devem se atentar ao fato de que, embora as soluções de Business Intelligence sejam bastante avançadas e contem com uma tecnologia ímpar, é necessário que ela seja otimizada e totalmente automatizada, para evitar intervenções equivocadas e erro humano.

Dessa forma, ela consegue ser ainda mais confiável, autônoma e benéfica para o negócio.

9. Manutenção periódica necessária para a solução de Business Intelligence

Ao escolher a ferramenta para o seu empreendimento, deve-se analisar junto ao fornecedor do serviço a necessidade de sua manutenção periódica.

Por mais inteligente e autônomo que o BI seja, sua infraestrutura e sistemas que trabalham em conjunto precisam passar de tempos em tempos por revisões e atualizações, garantindo seu funcionamento correto, sem travamentos nem erros.

10. Conhecimento das limitações da plataforma

Por mais que a corporação escolha um sistema robusto, capaz de suprir todas as suas demandas, não existe uma solução 100% perfeita.

Portanto, converse com o fornecedor de serviços e coloque em pauta todas as possíveis limitações da plataforma, para que se possa criar um plano de contingência no caso de falhas ou em algum tipo de instabilidade.

Baixe nosso E-book gratuito e descubra tudo sobre Análise Preditiva

Nome (obrigatório)

Email corporativo (obrigatório)

Telefone (obrigatório)

Empresa (obrigatório)

 

11. Avaliação da equipe de TI

Para que o Business Intelligence cumpra suas funções e traga benefícios reais para a organização, nada disso é possível se o time de TI não for eficiente e conhecer bem a ferramenta.

Justamente para manter a qualidade dos serviços, recomenda-se uma avaliação periódica dos colaboradores do setor, treinamentos e um feedback individual, para que cada pessoa saiba quais são seus pontos fortes e aqueles que ainda precisam ser aprimorados.

12. Controle do acesso de dados

Trata-se de uma funcionalidade que oferece maiores níveis de segurança à empresa, já que define o acesso ao BI de acordo com a hierarquia do colaborador.

Na prática, isso significa que o setor de marketing, por exemplo, visualiza as informações que competem apenas a ele. O mesmo é válido para os demais setores, mantendo a inteligência de negócios sobre total controle.

13. Análise e cruzamento de dados

São processos absolutamente importantes para compor as métricas extraídas pelas ferramentas de Business Intelligence.

Dessa forma, pode-se chegar a análises mais precisas, contribuindo para uma tomada de decisões lógica e estratégica, definindo o que é mais relevante e prioritário para a empresa.

14. Capacidade de trabalhar com vários tipos de dados

Uma ferramenta de inteligência de mercado eficaz deve ser capaz de processar e compilar informações provenientes dos mais diversos tipos de bancos de dados, como logs, cloud, redes sociais, Excel etc.

Além disso, ela deve comportar dados semiestruturados e estruturados, para funcionar conforme esperado e oferecer uma análise de tendências.

15. Modelos de dashboards

Os painéis de controle devem ser personalizados de acordo com o porte e as necessidades dos usuários. O ideal é apresentar as informações, de maneira organizada, em um ambiente visual, de forma simples e intuitiva.

16. Templates prontos de relatórios

Soluções de Business Intelligence que permitem o uso de modelos padrões de templates são mais interessantes para o negócio, pois tem a possibilidade de trabalhar com maior padronização sem perder dados relevantes, permitindo a utilização de relatórios gerenciais personalizados.

17. Modelagem de dados

Os sistemas de BI de maior qualidade oferecem amplas possibilidades para a formatação de dados, seja por meio de tabelas, gráficos, infográficos ou planilhas.

Como cada caso exige uma análise individualizada, o ideal é visualizar as informações sob diversos ângulos.

18. Eficiência da solução de Business Intelligence

Uma ferramenta de BI de qualidade deve apresentar agilidade na hora de mostrar dashboards, além de sincronizar informações de maneira inteligente, em tempo real. Quanto maior a velocidade, melhor.

19. Possibilidades de otimização

Quem nunca ficou preso até tarde no escritório para concluir um trabalho urgente sabe o quanto esse quesito é valioso.

Por isso, é desejável que as soluções de BI ofereçam a possibilidade de otimizar atividades rotineiras e fazer o agendamento de relatórios.

20. Funcionamento da plataforma

Se você ainda possui alguma dúvida sobre o tema, o mais indicado é conversar com o fornecedor em relação a todos os pontos acima mencionados e fazer testes, para verificar se a ferramenta escolhida é realmente a mais apropriada para o empreendimento.

Provavelmente suas impressões serão positivas em termos de eficiência, qualidade e agilidade, fazendo com que sua implementação completa seja apenas uma questão de tempo!

Finalmente, vale ressaltar que a escolha de uma solução de Business Intelligence deve ser feita de maneira planejada, com o auxílio de uma fornecedora competente e, principalmente de um gestor com uma excelente visão de negócios, para apostar na melhor opção para as suas necessidades.

Com essas dicas, você pode escolher com mais objetividade a solução de Business Intelligence ideal para a empresa, não é verdade? Então, aproveite e baixe agora mesmo o e-book “Aprenda a gerar análises de dados dinâmicas e surpreendentes” e continue se aprofundando ainda mais sobre BI.

ebook-gratuito-analises-dinamicas