Análise de dados em saúde: por que uma estratégia de dados pode beneficiar o seu hospital ou clínica? Ouvimos falar com frequência da aplicação de análise de dados em algumas áreas, como o marketing e a captação de clientes. Todavia, o que muitas pessoas não sabem é que o recurso é bastante flexível e pode facilitar, entre outras coisas, o tratamento de pacientes e o diagnóstico deles.

Mas qual é o papel da análise de dados em saúde, como outras empresas do setor utilizam o recurso e o que você pode fazer para garantir boas análises de dados no seu hospital ou clínica? Encontre todas as respostas no artigo de hoje!

O que é análise de dados?

Antes de começarmos a falar sobre o papel da análise de dados na saúde é preciso definirmos o conceito.

Chamamos de análise de dados toda a transformação de dados — como estatísticas, texto, imagem etc — em informação. Analisar dados, portanto, é extrair os insights mais importantes de um conjunto de dados e transformar isso em informação acionável, que pode ser entendida rapidamente e colocada em bom uso pela sua organização.

Os processos de análise de dados estão diretamente ligados à tomada de decisão, e em campos como a medicina são um asset valioso para garantir melhorias no tratamento, diagnóstico e acompanhamento de pacientes.

Análise de dados e saúde: como se relacionam?

Agora que você já sabe o que é análise de dados, deve estar surgindo em sua mente uma série de maneiras de aplicar esse recurso na área da saúde. Afinal, a análise de dados é um estudo objetivo de um assunto determinado e pode ser facilmente manipulada para obtenção de insights em múltiplas áreas e para a solução de problemas.

Mas, como outras clínicas, profissionais de saúde, hospitais e laboratórios utilizam a análise de dados no dia a dia? Veja alguns dos principais benefícios de análise de dados na saúde.

Conheça melhor os pacientes

O uso mais comum da análise de dados na saúde é na obtenção de insights sobre os pacientes. Quem eles são, que hábitos cultivam e que procedimentos já fizeram no passado são informações que podem auxiliar no diagnóstico e tratamento e, portanto, relevantes para a análise de dados na saúde.

Utilizando as informações que o seu negócio coletou sobre os pacientes ao longo dos anos, é possível fazer o diagnóstico precoce de mazelas e explorar canais de tratamento mais efetivos e customizados para cada paciente. Este é um dos principais benefícios da análise de dados na saúde.

Reduza os custos para operar

Um dos maiores desafios nas clínicas e hospitais é manter o custo de tratamento baixo — e, portanto, acessível — para todos os pacientes. Decisões que não são embasadas na realidade, por exemplo, podem resultar em gastos extras para o paciente, como internações onerosas e por tempo prolongado.

Com uma boa análise de dados, o seu hospital ou clínica estará mais propenso a acertar no tratamento de primeira e poderá evitar custos como estes para o paciente, sem comprometer a eficácia ou a qualidade do tratamento em questão.

Melhore os resultados do hospital ou clínica

Muitas vezes os pacientes não obtêm resultados bem-sucedidos em seus tratamentos por motivos mais simples do que você imagina. A periodicidade com que são medicados — e com que se “esquecem” de tomar a medicação, por exemplo — pode resultar em tratamentos prolongados e menos eficientes do que o esperado.

Com uma boa análise de dados seu hospital ou clínica terá em mãos as informações necessárias para se adaptar a essa realidade e oferecer tratamentos com maiores índices de sucesso.

Ofereça atendimento rápido e personalizado

Saúde não é um tema sensível apenas porque decisões incorretas podem custar caro ou ser menos eficazes. Trata-se também de uma disciplina em que a máxima eficiência — na velocidade com que o atendimento ao cliente é feito desde o momento em que chega no hospital até o regimento da alta — é capaz de salvar vidas.

Com uma boa análise de dados um hospital pode, por exemplo, entender quais são as causas de atrasos nos seus atendimentos e porque o processo de triagem é menos eficiente do que se gostaria. Tudo isso contribuirá para que o tempo de espera dos pacientes seja reduzido e as chances de um bom atendimento, personalizado e ágil, aumentem.

Como fazer uma boa análise de dados?

Existem vários tipos de análise de dados, e conhecer cada um deles permitirá que você escolha a opção certa para o seu laboratório, clínica ou hospital. 

Abaixo, você confere as metodologias de análise mais comuns no mercado e como cada uma delas contribui para o sucesso da análise de dados na saúde.

Análise de probabilidade

São chamadas de análises de probabilidade aquelas que definem as chances de algo acontecer. Na saúde, elas são especialmente úteis, ajudando a testar pacientes previamente para mazelas que os seus pais, avós ou outras pessoas do mesmo grupo genético estejam mais propensas a sofrer.

Testes estatísticos e de hipótese

Os testes estatísticos e de hipótese são outro tipo de análise de dados em que o cientista/médico compara dois caminhos de tratamento para entender qual é o melhor. Testes com grupos de controle que são submetidos a placebos, por exemplo, são testes estatísticos ou de hipótese.

Análise de capabilidade

Outro tipo importante de análise nos hospitais e clínicas é a de capabilidade. Esse tipo de análise avalia se os processos de um negócio estão de acordo com o que a expectativa do cliente e que defeitos podem ser corrigidos para melhorá-los.

A análise de dados pode também ser uma grande parceira do seu negócio na saúde em situações críticas, como a atual pandemia de coronavírus. Fazer mais testes, comparar seus resultados e acompanhar os pacientes desde o contágio são todos fatores que aumentam as chances de sobrevivência de um paciente de COVID-19.

Portanto, a análise de dados não é apenas algo que tornará o seu hospital ou clínica mais eficiente, mas que também pode impactar a comunidade como um todo.

Pronto para começar a ver os benefícios da análise de dados em saúde funcionando a favor do seu negócio? Fale agora mesmo com um dos especialistas da Toccato e conheça nossos serviços.