O que é maturidade digital e por que isso é importante para as empresas? Maturidade digital é a capacidade que uma organização tem de utilizar a tecnologia no dia a dia para adaptar novas tecnologias a seu favor. 

Uma empresa madura digitalmente é aquela que está integralmente ligada à transformação digital, participando ativamente do processo de desenvolvimento de tecnologias e encontrando usos para recursos a que outras organizações não têm acesso. Mas o que isso significa na prática?

Confira nosso guia completo sobre maturidade digital e aprenda como avaliar os impactos da transformação digital na sua empresa.

Quais as características de uma empresa madura digitalmente?

Em geral, uma empresa que está em plena maturidade digital é mais do que uma usuária de tecnologia. Ela desenvolve e emprega novos recursos todos os dias e tem como prioridade a inovação. É esse o valor que utiliza para competir no mercado com outras organizações do mesmo setor e que garante sua diferenciação.

A maturidade digital está diretamente relacionada à transformação digital. Conforme as empresas passam a ter acesso a novas tecnologias, como Inteligência Artificial e Machine Learning, é a maneira como elas buscam nessa tecnologia solução para os problemas que as tornam digitais.

As organizações com maturidade digital elevada costumam apresentar as seguintes características:

  • tarefas rotineiras são automatizadas;
  • gestores se guiam por KPIs e métricas relevantes ao negócio;
  • há excelência operacional no departamento de TI;
  • soluções são pensadas, desde o início, para o ambiente digital;
  • há uma constante busca por inovação; e
  • o negócio está pronto para se adaptar a mudanças de cenário.

Quais são os níveis de maturidade digital?

Segundo a IDC (International Data Corporation), consultoria internacional especializada em maturidade digital, são cinco os níveis de maturidade que uma empresa pode atingir. Abaixo você confere como diagnosticar cada um deles.

Nível 1

As empresas de nível 1 são aquelas que ainda não começaram a se mexer para se adaptar à transformação digital. Em geral, poucas mudanças são implementadas nessas organizações e elas fazem os processos corporativos funcionarem de maneira similar à que faziam antes do advento da internet.

O uso de tecnologia se reduz à facilitação de alguns processos simples do dia a dia, como a cobrança de fornecedores com máquinas de cartão. Não há nenhuma atividade automatizada nem coleta de dados.

Nível 2

As organizações de nível 2 são aquelas que já começaram a se atentar para a transformação digital e estão dando os seus primeiros passos em direção à digitalização. Essas empresas estão agora em um processo que envolve a digitalização de formatos físicos e a chegada da computação em nuvem.

Após realizarem a digitalização e otimização dos processos internos, elas poderão se dizer no terceiro nível de maturidade digital e passarão a ver o funcionamento da corporação como atrelado à tecnologia.

Nível 3

As empresas de nível 3 possuem bastante maturidade digital e fazem boa parte dos seus processos em ambiente virtualizado. Seus documentos foram digitalizados, a instituição aposta em novas tecnologias para encurtar processos e torná-los mais eficientes e essas empresas estão de olho em automação.

Todavia, no nível 3 elas ainda não integraram todos os seus dados nem os utilizam como principal motor da tomada de decisão. Por isso, precisam avançar para se equipararem a empresas de nível 4 e 5.

Nível 4

As empresas de nível 4 são conhecidas como empresas verdadeiramente digitais. Os negócios dessas organizações são baseados no digital e precisam de uma nova tecnologia para funcionarem. Esse é o caso, por exemplo, de empresas de aplicativo e startups da área de tecnologia.

Embora essas organizações utilizem tecnologia todos os dias, elas ainda não são grandes players quando o assunto é transformação digital e não influenciam outras empresas.

Nível 5

As empresas do quinto nível são aquelas que não só se beneficiam da tecnologia, mas são líderes na área e inovam em transformação digital todos os dias. Existem poucas organizações nesse nível, mas ele conta com nomes de peso como Google, Apple, Microsoft e IBM.

Todas essas empresas têm em comum a produção de inovação, e cada uma delas à sua maneira contribui para que a inovação seja implementada em outros setores, indústrias e organizações.

Como avaliar a maturidade digital?

Agora que você conhece melhor o conceito de maturidade digital, é hora de aplicá-lo à sua empresa. As definições podem ajudá-lo a identificar em que nível o seu negócio está, mas o passo a passo abaixo vai ajudá-lo a se orientar melhor pelo conceito de maturidade digital e avaliar quais são os próximos passos para o seu negócio. Confira!

Passo 1: Avalie a tecnologia

O primeiro passo para estimar a maturidade de uma empresa é avaliar as tecnologias que ela utiliza. O seu setor de TI trabalha com metodologias ágeis? As ferramentas adotadas pela sua equipe descomplicam o trabalho no dia a dia? Todos os funcionários são proficientes nelas?

Para avançar em maturidade digital uma empresa precisa preocupar-se com as tecnologias que utiliza e como as utiliza. Dê uma nota para o seu negócio de 1 a 5.

Passo 2: Observe a cultura organizacional

Uma empresa com nível 5 de maturidade digital é aquela com uma cultura interna voltada para a inovação. Nela, todos os departamentos estão engajados em encontrar melhores maneiras de servir aos clientes e todos, do estagiário ao CEO, têm esse tema como prioridade.

Novamente, classifique a cultura da sua organização com uma nota para poder avaliar em que posição ela está no final. 1 é a empresa em que a inovação não é prioridade e 5 é aquela que é líder no seu mercado quando se fala em inovação.

Passo 3: Pense em visão de mercado

Como a sua empresa se vê no futuro? Organizações que estão no auge da maturidade digital planejam para os próximos anos, mas estão prontas para se adaptar a mudanças no mercado rapidamente e escalar com facilidade.

Avalie a sua empresa com uma nota de 1 a 5 em relação às expectativas para o futuro.

Passo 4: Fique de olho na experiência do cliente

Empresas em alto nível de maturidade digital sabem que o cliente é a prioridade. Por isso, elas procuram fazer o possível para centralizá-lo em todos os processos, desde que eles sejam apenas projetos internos. 

Negócios que apenas suprem uma necessidade, mas não têm esse foco no cliente, portanto, receberão uma nota mínima enquanto aquelas que cultivam fiéis consumidores a máxima.

Terminou de avaliar todos os critérios mencionados aqui? Faça uma média com os resultados de cada critério para ter uma estimativa da posição em que a sua empresa está quando o assunto é maturidade digital.

Maturidade digital é um assunto que você ouvirá novamente: nos próximos anos, a tendência, segundo o Gartner, é que as empresas busquem avançar nos estágios da maturidade digital. Até que todos os negócios atinjam o nível 5, muitas oportunidades surgirão pelo caminho.

Se a sua organização conseguir ultrapassar as demais ela poderá, no futuro, ser um fornecedor para todos aqueles negócios que ainda estão em um nível inferior de maturidade digital.

Gostou de conhecer mais sobre o assunto? Compartilhe este texto nas suas redes sociais!